06 fevereiro 2012

COMPARTILHANDO A MINHA FÉ


Por Kelly Cristiane

Em primeiro lugar  a fé em Jesus Cristo elimina qualquer barreira doutrinária, aonde quer que vamos, ao crer plenamente em Deus e no seu poder criador, automaticamente seremos bem vindos. Minha vida se transformou por completo a partir do momento que abandonei as falsas adivinhações, e deixei de escutar os falsos profetas, se é que dá para chamá-los assim.

Cada um com as suas convicções,  mas aqui, no meu lar deixamos de servir a dois senhores, porque no meu entendimento a  divindade que abençoa, não pode igualmente estar vinculada a prática do mal. Portanto,  já faz alguns anos que deixei de cultuar e crer em: bibelôs, vampiros, pedras, fadas , coelhinho da páscoa, papai Noel, na Barbie que desejava um look por dia (sob pena de me castigar caso eu não pudesse sustentá-la) e etc. Nenhum desses seres imaginários  ou objetos representavam o meu ser,  e hoje quando necessito de algo especial, olho para o céu, oxigeno meus pulmões, solto o ar e oro com o coração! É grátis e muito eficaz! Como já mencionei anteriormente, acredito plenamente no Deus onipotente, criador do universo. Enfim: O  DEUS QUE ME EMOCIONA, ABRE AS COMPORTAS DO CÉU E FAZ CHOVER, algo como diz aquela linda canção que já postei aqui no blog! Diga-me: Você conhece outro SENHOR que tenha este poder?

Foi  amplificando o meu raciocínio, que procurei por algumas respostas, mas  tratando-se de Deus, uma resposta pode não depender da outra. E de um  tempo para cá, sinto-me satisfeita com as minhas pequenas descobertas, especialmente quando aprecio e observo a força da natureza, inexplicavelmente tão bela, e tão generosa. Ou quando contemplo a maior invenção que já conhecemos e que  sempre será tecnologicamente inalcançável: "o próprio homem". Ainda que  reproduzam-se milhares como nós, nos laboratórios de inseminação artificial, espalhados pelo planeta, nunca teremos uma explicação tangível sobre: De onde viemos? O que nos anima? Que energia é esta que nos move? E finalmente... Para onde retornaremos? Deus, na minha opinião, pode ser comparado ao enigma do amor, quem ousa ao sentir, poder explicá-lo?

A partir do instante que me vejo como elemento da natureza e parte da criação divina, promovo a integração entre a minha natureza e o mundo que me cerca. Sou capaz de interagir equilibradamente comigo e com os demais. É o primeiro caminho para a  autolibertação. Num segundo estágio, não permito-me dividir o mundo o qual vivemos, em brancos ou negros, vermelhos, ou amarelos. A crença num Deus onipotente e criador do universo me possibilitou compreender sadiamente que, embora eu possua as minhas particularidades, sou exatamente a sua imagem e semelhança, ou seja, sou 'igual'  á você que está lendo o meu texto. Isto significa que temos os mesmos direitos e deveres, e consequentemente compartilhamos das mesmas complexidades, e  imperfeições, tamanha é a nossa fragilidade humana. Quanto á aquelas velhas histórias sobre previsões dos fatos futuros da minha vida ou da sua francamente e com todo minha consideração:  Você ainda crê e insiste nisto? Há um velho ditado popular que diz: O futuro a Deus pertence!



Infinitas vezes nós nos julgamos tão inteligentes, tão espertos, e até nos convencemos que podemos, adivinhar, manipular e até julgar a vida das outras pessoas. Temos o hábito de agir como se ninguém tivesse nos observando, como se não houvesse nenhum julgamento superior. Pois é, e quem nos garante que não estamos aqui, vivendo numa espécie de reality show? A gente somente percebe o peso das nossas limitações, quando a célebre 'mão de Deus' decide nos tocar,  vindo ao nosso encontro superdotada de sabedoria e com uma suprema força incontrolável, quem sabe para reorganizar a "nossa morada",  colocando cada peça criada por ele em seu devido lugar ou retirando-as. O lugar? Ora, não se preocupe... Será exatamente conforme o que você arquitetou. Afinal, Deus é perfeito!   

Atualmente a minha fé em Deus é logicamente maior do que a fé que deposito em mim, compreendo e aceito que TUDO se realiza conforme a vontade dele. Aí você,  num  determinado momento questiona-se: E o nosso direito de escolha? Eu particularmente confio que ninguém nos dará maior liberdade do que Deus, ele nos presenteou com o livre arbítrio, recordas? Inclusive podemos usufruir de tudo aquilo que a natureza nos proporciona, não há limites! Porém não esqueçamos de seguir as regras: a vela, por exemplo: foi feita para iluminar a escuridão! Então, independente se você aceita ou não as leis naturais, saiba que não cairá nenhuma folha no chão sem a supervisão, sem a fiscalização desta força onipresente que rege o universo. E quando, o respeitamos e confiamos na imensa benevolência e misericórdia de Deus, é possível SIM aguardar sempre pelo melhor. Consciente de que este melhor é de acordo com o merecimento pessoal!

Resumindo: talvez aqui, aonde estamos centrados, seja muito cedo ou não, para que cada um de nós enfrente a própria consciência. Neste aparente presente que atravessamos, parece que vale tudo. Somos como uma saladinha de frutas ou como quiseres denominar! Tem gente mentindo, outros caluniando, mas também há pessoas pregando a verdade! Existe uma falsa impressão que agora vai tudo tão bem, não é mesmo? Mas lembre-se que haverá um dia, num determinado momento em sua vida, onde solitariamente você irá deparar-se com a sua realidade, e será você contra ou a favor de você mesmo. E acredite:  a justiça, o olhar divino, será a sua única tábua de salvação! Nas grandes atribulações da vida todos indiscriminadamente clamam pelo Senhor.

Ao contrário do que possam vir a comentar, não me transformei em nenhuma fanática religiosa, não tenho nem mesmo tempo disponível para frequentar assiduamente a igreja, vou quando é possível ao culto, para ouvir a palavra e em busca de novas reflexões, e não somente lá, mas especialmente em casa, diariamente eu procuro exercitar a perenidade da minha fé, através da leitura do evangelho junto dos meus filhos, fazendo o possível para aplicá-lo no meu cotidiano, e garanto que na prática não é uma tarefa fácil, vocês já tentaram? O importante é que reaprendi a orar, voltei a me aconselhar diretamente com Deus em todos os momentos, bons ou ruins. Descobri que ele jamais desiste da gente e não importa aonde você tenha se enfiado, pode ter certeza que ele irá um dia lhe resgatar, pois Deus é imensamente misericordioso, porém este dia dependerá exclusivamente de você, e da sua disposição para recebê-lo. Espiritualmente falando, sinto-me em paz, sou bem mais feliz agora, sinto-me liberta, minha autoconfiança está com Jesus, e apesar de errante tanto quanto vocês, eu venho tentando me redimir e posso lhes afirmar que já não tenho mais medo de viver.

Por fim, faço minhas as palavras do grande e inesquecível advogado, e politico gaúcho, Dr. Mendes Ribeiro, ele costumava encerrar seus discursos com a seguinte frase que venho na lembrança: * Foi um privilégio ter estado com vocês! 
(no meu caso, poder compartilhar a minha fé para com todos vocês.)





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e volte sempre!

Informativo KMM

COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

BLOG: Informativo KMM

Minha foto

Com bela fotografia e conteúdos ecléticos, o BLOG Informativo KMM tornou-se um guia indispensável para o encontro dos profissionais e empresas do setor. Acompanhe e VISITE O BLOG! http://informativokmm.blogspot.com.br