16 abril 2012

CACHORROS! Uma excelente opção para presentear na páscoa, no natal, no aniversário... No dia das crianças, e etc.

Vários estudos já indicam que crianças que crescem com animais de estimação são mais sociáveis, companheiras e até mais felizes! (Nesta foto: as amigas e seminaristas - Gabriella, Isadora & Camila,  minha filha)




CAMILA  &  JULIA SUA NOVA AMIGUINHA...  O humorista Danilo Gentili faz piada de tudo, mas tem um assunto que o deixa sério e preocupado: os maus tratos aos animais. “Quando falo isso, todo mundo me xinga, mas tenho uma escala de coisas que mais mexem comigo: animais, crianças e velhinhos, diz Danilo. (fonte: http://colunas.revistacasaejardim.globo.com)



ENCICLOPÉDIA LAROUSSE DOS CÃES
Larousse dos Cães
SAÚDE DOS CÃES DE A a Z
Saúde de Cães de A a Z

LIVROS PARA QUEM GOSTA DE CÃES

Por Cláudia Pizzolatto Treinadora e Especialista em Comportamento Canino
BitCão - Brinquedos Inteligentes para o Treinamento do seu Cão


A novidade desta vez são mais dois livros para a nossa coleção de “selecionados pela BitCão”.
Bons livros são sempre bem-vindos e muito importantes para que possamos entender e atender melhor os nossos peludos.
Já que vivemos tão próximos destes maravilhosos animais e já que eles não se expressam da mesma maneira que nós os humanos, ler, se informar, e conhecer o máximo possível sobre suas características físicas, emocionais, comportamentais e sobre a sua saúde é a maneira mais carinhosa de diminuirmos a distância que existe entre a nossa espécie e a deles e de fazermos a nossa parte para que eles sejam bem adaptados, tratados e amados.
Desta vez a BitCão recomenda o Larousse dos Cães – uma enciclopédia de peludos - e
o Saúde dos Cães de A a Z – um guia para identificar problemas de saúde nos nossos amigões.
O Larousse dos Cães é um belo referencial sobre várias raças de cães, trazendo um pouco da história e das características de mais de 300 raças de peludos. Além disso, é ilustrado com fotos que nos ajudam a escolher também as características físicas do nosso próximo amigão.
O Larousse dos Cães é um belo livro, que serve para mais do que “decorar mesa de centro” – se bem que também não faz feio como livro decorativo para quem gosta de cães.
São 288 páginas, com 7 capítulos que explicam:
      • a origem e a domesticação dos cães;
      • cuidados que devemos ter no dia-a-dia;
      • nutrição e importância de uma alimentação balanceada (com exemplos) nas diversas fases de desenvolvimento dos nossos peludos, inclusive para cães com doenças específicas;
      • a forma de organização social dos cães que nos ajuda a entender como eles se comportam entre outros cães e entre os humanos;
      • orientações para preparar a chegada do filhote e de como educá-lo para ser obediente e cooperativo;
      • como tratar os problemas comportamentais mais comuns que tanto afligem os donos e dificultam a convivência com seus peludos;
      • a anatomia dos nossos amigões;
      • e como identificar se o seu cão esta doente, de acordo com a análise de uma série de sintomas que de outra forma poderiam passar desapercebidos.

Se você conhece alguém que gosta de cães este é, sem dúvida, um ótimo presente, seja para um adulto, seja para uma criança em idade escolar. E se você gosta dos peludos também merece ter uma Enciclopédia Larousse dos Cães em casa.
Agora imagine que você está em casa, num fim de semana, ou mesmo em uma viagem com seu peludo e ele começa a ter diarréia. O que pode ser? O que fazer? Quais são os outros sintomas, que combinados, indicam que o cão pode estar tendo algo mais sério do que um simples mal-estar?
Acho que a maioria de nós já passou por uma situação semelhante, ou pelo menos, ficou aflito enquanto não conseguia entrar em contato com o veterinário.
Nestes casos, ter um livro com orientações sobre os principais males que afetem nossos amigões e os sintomas das doenças mais comuns pode nos ajudar a tomar uma atitude que pode salvar a vida de nossos cães. O Saúde dos Cães de A a Z é um livro simples, bem objetivo, que nos ajuda a prestar atenção em alguns sinais importantes que podem dizer muito sobre a saúde de nossos cães.
Ele não é escrito por um veterinário, mas sim por uma pessoa que ama os cães e que convive com eles há mais de 30 anos. O resultado é um guia bastante interessante porque fala sobre os problemas que acontecem no dia-a-dia, nas dúvidas que as pessoas têm mais comumente, e colocado de forma objetiva com os sintomas, como costuma ocorrer o problema e os cuidados e tratamentos que podemos oferecer para o peludo.
O livro Saúde dos Cães de A a Z não é pretensioso e não tenta substituir a importância e a necessidade de contatar o seu veterinário assim que se percebe algo errado, mas da uma idéia para o dono leigo do possível problema que pode estar acontecendo, muitas vezes funcionando como um alerta para procurar o doutor o quanto antes.
São 154 páginas com mais de 94 problemas de saúde, de A a Z! E se você ainda não tem, Não deixe de conhecer os outros livros que a BitCão recomenda, visite o site: www.bitcao.com.br


A pinscher miniatura (em alemão: Zwergpinscher) é uma raça canina oriunda da Alemanha. Antiga, o primeiro registro feito a respeito desta raça data de 1836, quando foi descrito como o resultado dos cruzamentos entre dachshunds e greyhound italianos. Todavia, outra teoria é também aceita: estes caninos seriam fruto de cruzamentos seletivos entre o pinscher standard, raça hoje extinta. Pertencente ao mesmo grupo dos dobermanns, é considerada a menor raça de guarda do mundo. Reconhecidamente um canino que requer cuidados práticos, seu tamanho o torna ideal para se adaptar bem em diversos ambientes, além de ser bem visto como companhia em lares cujos donos não possam cuidar de vastas pelagens.(fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre)
E quais as raças mais indicadas para a convivência com crianças?


American Staffordshire terrier
American Staffordshire terrier

American Staffordshire Terrier – Apesar da reputação que tem (considerado potencialmente perigoso), estes cães tendem a ser agressivos apenas com outros cães, sendo muito leais com a família e extremamente tolerantes e dóceis com crianças. Gostam de ser o único cão da família.
Antigo Cão de Pastor Inglês (Bobtail) – Conhecido por cuidas das crianças, são muito tolerantes e calmos. Exigem escovagens diárias.
Beagle e outros cães de levante e corso (hounds), tais como o Bloodhound, o Harrier, Irish Wolfhound e o American Foxhound – São brincalhões e tolerantes, mas bastante enérgicos. Não são indicados paa serem criados em apartamento.
Boxer – Um cão de guarda, que protege a família e lida muito bem com os mais novos.
Poodle Grande – Os poodles de porte menor são nervosos e reativos, o que não acontece com a variedade grande. O poodle de porte grande é
uma ótima opção para famílias com crianças.
Cão de Água Português – Activo e elegante, é um cão tolerante com as crianças.
Cão de Água Português
Cão de Água Português


Collie de pêlo comprido ou curto e Bearded Collie – São bastante pacientes com crianças, mas exigem     muita manutenção com o pêlo.
Golden Retriever, Retriever do Labrador e Retriever de Pêlo Liso – A docilidade destes cães precede-os. São tolerantes e pacientes. O Labrador Retriever é contudo bastante trapalhão e excitável enquanto não atingir a idade adulta e pode ser necessário mais algum cuidado na vigilância das brincadeiras.



Bichon Havanês
Bichon Havanês


Bichon Havanês – É um cão de colo, pequeno e de apartamento, mas aceita bem crianças na família.
Hovawart, Terra Nova e São Bernardo – São cães muito calmos e sossegados. Aturam as maiores travessuras, mas são bastante trapalhões enquanto pequenos e pode ser um desafio tentar fazer com que tenham cuidado com os movimentos.
Mastiff – Um poderoso guarda, mas um gentil gigante com a família. Necessita ,contudo, de uma forte socialização por ter temperamento forte e liderança e não deve ser cão para donos inexperientes.
Pug – Pequeno e cão de apartamento, o Pug foge ao estereótipo dos cães pequenos e nervosos. É paciente, mas pode ser demasiado frágil para as crianças mais brutas.

Outras raças indicadas

Estas raças são também indicadas para conviverem com crianças, pois têm ainda uma elevada tolerância a abusos, mas não mostram um comportamento tão paciente ou consistente. Contudo, adequam-se perfeitamente num ambiente familiar, especialmente se lidarem com crianças mais crescidas.
  • Basset Hound
  • Bichon Frise
  • Boston Terrier
  • Boulldog Francês
  • Bulldog
  • Bull Terrier
  • Cão da Serra de Aires
  • Cocker Spaniel Inglês e Americano
  • Dálmata
  • Lulu da Pomerânia
  • Pastor Alemão
  • Podengo Português Médio
  • Schnauzer Grande
  • Setter Inglês
  • Shar Pei
  • Cocker Spaniel Inglês e Americano
Algumas raças não indicadas para crianças

Estes cães são ótimas companhias, mas não gostam de ser tratados de forma bruta ou de serem constantemente assediados pelas crianças. Não são tão pacientes às insistentes “investidas” das crianças. Como em todos os casos, existem exceções e a capacidade de uma criança e de um cão de uma destas raças conviverem depende muito da educação que tanto a criança como o cão recebem. São, contudo, cães mais indicados para adultos ou adolescentes e muitos estão entre as melhores opções para idosos.
  • Alaskan Malamute
  • Poodle Médio, Anão ou Toy
  • Chihuahua
  • Chinese Crested Dog
  • Chow Chow
  • Jack Russell Terrier
  • Llhasa Apso
  • Pequinês
  • Pinscher Miniatura
  • Saluki
  • Schnauzer Miniatura
  • Tibetan Terrier
  • Weimaraner
  • Yorkshire Terrier (leia mais no site http://grandesamigospetshopsalvador.wordpress.com/2009/03/09/convivencia-entre-caes-e-criancas-%E2%80%93-quais-as-racas-mais-indicadas/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e volte sempre!

Informativo KMM

COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

BLOG: Informativo KMM

Minha foto

Com bela fotografia e conteúdos ecléticos, o BLOG Informativo KMM tornou-se um guia indispensável para o encontro dos profissionais e empresas do setor. Acompanhe e VISITE O BLOG! http://informativokmm.blogspot.com.br