26 julho 2012

A História da Televisão! Era uma vez...

A televisão dita regras, lança tendências e é a queridinha da sua casa há mais de 80 anos. Está na hora de conhecer um pouco da história do eletroeletrônico que mudou o mundo e ajudou a interligar continentes.

Nada foi como antes depois da chegada da televisão às nossas vidas. Acho que até um ermitão concordaria.

COMO TUDO COMEÇOU...

Cientistas, visionários, homens de idéias avançadas: eles criaram a televisão
Quer se distrair e não sabe de que forma? A televisão sempre é uma boa opção. Então, sente-se em um sofá confortável e ligue a telinha. Simples, não? Mas não foi tão simples assim proporcionar a você esse aparelho que monopoliza a atenção de milhões de pessoas no mundo todo. Precisou de muita ciência e anos de estudo para isso. Conheça um pouco desta trajetória de descobertas, tentativas, erros e acertos.



Tudo começou em 1817, quando o cientista sueco Jakob Berzelius descobriu e isolou o selênio, observando a fotossensibilidade do elemento químico que desprendia elétrons quando exposto à luz. Mas a tese de que o selênio possuía a propriedade de transformar a energia luminosa em energia elétrica foi comprovada apenas 56 anos depois, em 1873, pelo inglês Willoughby Smith. Em 1884, o alemão Paul Nipkow patenteou uma proposta de transmissão de imagens à distância, e foi chamado de o "fundador da técnica de TV". Em 1892, Juluis Elster e Hans Getbel inventaram a célula fotoelétrica.
A palavra televisão foi inventada em 1900, pelo francês Constantin Perskyi. Vem da junção das palavras tele (longe, em grego) e videre (ver, em latim). Perskyi apresentou uma tese no Congresso Internacional de Eletricidade, em Paris cujo título era "Televisão". A tese descrevia um equipamento baseado nas propriedades fotocondutoras do selênio, que transmitia imagens à distância. Em 1906, Arbwhnett desenvolveu o sistema de televisão por raios catódicos, que empregava a exploração mecânica de espelhos somada ao tubo de raios catódicos. O mesmo seria feito na Rússia, por Boris Rosing. Por isso não se pode atribuir a invenção da televisão a uma única pessoa. Os novos equipamentos eram construídos a partir de experiências anteriores de outros pesquisadores.
Em 1920, o inglês John Logie Baira realizou as primeiras transmissões através do sistema mecânico baseado num invento de Niptow. Quatro anos depois, em 1924, Baira transmitiu contornos de objetos à distância e, no ano seguinte, fisionomias de pessoas. O padrão de definição possuía 30 linhas e era mecânico. O russo Wladimir Lworykym patenteou o econoscópio, invento que utilizava o tubo de raios catódicos em 1923. Philo Farnworth patenteou em 1927 um sistema de secador de imagens por raios catódicos, porém com nível de resolução não satisfatório, a televisão eletrônica.


Em março de 1935, a Alemanha, primeiro país a oferecer um serviço de televisão pública, emitiu oficialmente a televisão, adotando um padrão de média definição: 180 linhas e 25 quadros por segundo. A BBC foi inaugurada em 1936, na Inglaterra, com imagem composta por 240 linhas, padrão mínimo que os técnicos chamavam de "alta definição", por garantir boa qualidade e nitidez. Em três meses seu sistema oficial já era de 405 linhas. No ano seguinte, três câmeras eletrônicas transmitiram a cerimônia da Coroação de Jorge VI, com cerca de 50 mil telespectadores. Na Rússia, a televisão começou a funcionar em 1938 e, um ano depois, nos Estados Unidos, sendo este o país que melhor entendeu e absorveu a nova mídia. A NBC estreou em 1941, com anunciantes e patrocinadores sustentando a programação. Lworykin encabeçou a equipe da RCA que produziu o primeiro tubo de televisão, chamado orticon, e que passou a ser produzido em escala industrial a partir de 1945.
A Segunda Guerra Mundial começou em 1939 e a Alemanha foi o único país da Europa a manter a televisão no ar durante o período. Paris voltou com as transmissões em outubro de 1944, Moscou em dezembro de 1945 e, a BBC, em junho de 1946, com a transmissão do desfile da vitória. Em 1950, a França possuía uma emissora com definição de 819 linhas, a Inglaterra com 405 linhas, os russos com 625 linhas e Estados Unidos e Japão com 525 linhas. Em setembro desse mesmo ano, inaugurou-se a TV Tupi de São Paulo, pertencente ao jornalista Assis Chateaubriand, dono dos Diários Associados, com sistema baseado no americano. 
Fonte: www.tvgazeta.com.br



História da Televisão

História da Televisão

A necessidade de representar fatos e sentimentos através das imagens acompanha o homem desde a história da civilização. No passado, esses registros eram feitos nas cavernas, representando as emoções e vivências do dia-a-dia, como por exemplo, as caçadas.
Com a descoberta da fotografia e do cinema, e o desenvolvimento da tecnologia, a reprodução da realidade obteve recursos de luz, ângulos e retoques, intensificando o sentimento de fidelidade representado nesses registros. Na história da televisão não poderia ser diferente, uma vez que invadiu os lares com tamanha força e poder da realidade, manipulando opiniões e modificando o comportamento da sociedade.
A televisão se tornou o meio de comunicação que melhor transmite a informação. A história da televisão é fruto da curiosidade e muito trabalho de cientistas, físicos e matemáticos, que sentiam a necessidade de transmitir imagens à distância. Em 1842, Alexander Bain descobriu as transmissões telegráficas das imagens, hoje conhecida como fax.
Em 1892, Julius Elster e Hans Getiel inventaram a célula fotoelétrica e em 1906, Arbwehnelt desenvolveu um sistema de televisão através de raios catódicos (empregava a exploração mecânica de espelhos somada ao tubo de raios catódicos).
Mas em 1920, o inglês John Logie Baird realizou as verdadeiras transmissões. Preparou-se durante seis anos, exibindo seus estudos para a comunidade científica em Londres no Royal Institution e sendo logo contratado pela BBC para transmissões experimentais. A primeira emissão oficial de televisão aconteceu na Alemanha, em 1935, e em novembro do mesmo ano, na França. Em 1936, inaugurou o funcionamento regular da BBC, em Londres.
Em 1939, nos Estados Unidos, a NBC inicia suas transmissões. Neste mesmo ano acontece no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, a primeira transmissão de televisão em circuito fechado, de que se tem conhecimento. 

A História da Televisão no Brasil entre anos 50 e 80

"Está no ar a TV no Brasil", frase dita por Sônia Maria Dorce, então com 5 anos, como uma indiazinha com um cocar e uma tiara de anteninha na cabeça, como a logomarca. Sua imagem é a primeira a aparecer na TV brasileira.

A Televisão no Brasil teve sua pré-estréia no dia 3 de Abril de 1950 com a apresentação de Frei José Mojica, padre cantor mexicano. As imagens não passaram do saguão dos Diários Associados na Rua 7 de Abril em São Paulo, onde havia alguns aparelhos de TV instalados.

História da Televisão no Brasil
Início da TV

1950

O pioneiro Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Melo, dono dos Diários Associados, cadeia de jornais e emissoras de rádio, realizou seu grande sonho: inaugurou no dia 18 de Setembro, a TV Tupi de São Paulo, PRF-3 TV, canal 3. Precisamente, às 17h, Homero Silva convidava Lolita Rodrigues a cantar "O Hino da TV" composto especialmente por Marcelo Tupinambá e Guilherme de Almeida. O primeiro programa transmitido foi "TV na Taba", apresentado também por Homero Silva.

História da Televisão no Brasil
História da Televisão no Brasil
Assis Chateaubriand em dois momentos 

Chateaubriand encomendou à RCA (Radio Corporation of America) o equipamento para duas emissoras de televisão. A instalação da antena foi no edifício sede do Banco do Estado de São Paulo.
Algumas horas antes da transmissão, uma das câmeras (eram apenas duas) quebrou e o engenheiro americano, Walter Obermiller, responsável pela implantação técnica achou melhor adiar, mas o diretor Cassiano Gabus Mendes decidiu ir ao ar assim mesmo. Tudo o que fora ensaiado com duas câmeras, teria que ser feita com uma só. E o improviso virou a nossa marca registrada.

História da Televisão no Brasil

Câmera RCA utilizada pela TV Tupi
Chateaubriand importou duzentos aparelhos de TV e espalhou pela cidade. Fez sucesso, mas o problema estava em manter uma programação diária. As pessoas envolvidas no projeto trabalharam durante semanas para a inauguração e agora tinham apenas um dia para a preparação da programação do dia seguinte.

Inauguração da TV Tupi


Logotipo da TV Tupi 
História da Televisão no BrasilA transmissão era das 18 às 23h e os profissionais vieram do rádio, jornal e teatro. Juntos buscavam descobrir e desenvolver a nova linguagem que a televisão exigia. O primeiro telejornal foi "Imagens do Dia".
Apesar de não produzirmos aparelhos de TV, não termos público e o mercado publicitário ainda ser jovem, Chateaubriand vendeu um ano de espaço publicitário de televisão para as empresas: Sul América Seguros, Antárctica, Moinho Santista e empresas Pignatari (Prata Wolf).

1951

Já existem, aproximadamente, 7 mil aparelhos de televisão entre São Paulo e Rio de Janeiro.

História da Televisão no Brasil
A família se reúne para assistir televisão


Hebe e Dercy       

                       Dois ícones da TV brasileira: Hebe Camargo (à direita) entrevista Dercy Gonçalves (à esquerda -Arquivo AE) Quanto você sabe sobre a história da televisão brasileira?



Fonte: www.edukbr.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e volte sempre!

Informativo KMM

COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

BLOG: Informativo KMM

Minha foto

Com bela fotografia e conteúdos ecléticos, o BLOG Informativo KMM tornou-se um guia indispensável para o encontro dos profissionais e empresas do setor. Acompanhe e VISITE O BLOG! http://informativokmm.blogspot.com.br