17 agosto 2012

GRAVATA MASCULINA! Aprenda a escolher o modelo certo para você



Taylor Lautner usa modelo escuro de gravata, que deu vida ao azul da camisa (Getty Images)

Consultamos especialistas de moda masculina e preparamos um guia prático para você acertar na hora de comprar o acessório. Confira

Por Eduardo Diório
Quem é obrigado a trabalhar com roupa social, ou simplesmente gosta de usar peças mais formais no dia a dia, nem sempre está 100% confiante em relação ao visual. Combinar a gravata com a camisa, por exemplo, é uma das dúvidas mais comuns entre os homens e, dependendo da escolha, pode destruir qualquer produção. Pensando nisso, a reportagem do iG Moda  conversou com três profissionais de moda masculina e preparou um guia prático para você não errar na hora de comprar uma gravata, além de dicas de tendência, tecidos e muito mais. Confira!
CURTA A PÁGINA DO iG MODA NO FACEBOOK E SIGA O @iGMODA NO TWITTER
TENDÊNCIA
Há décadas, a alfaiataria tornou-se fundamental nos editoriais de moda e desfiles (masculinos e femininos). Logo, a gravata virou tendência mundial, deixando de ser exclusividade dos executivos. "Hoje, não tem mais idade ou ocasião que limite o uso da gravata, já que os padrões estão bem democráticos", confirma Hervé Tomedi, coordenador de estilo da Dudalina. Para Luiz Aziz Neto, consultor de estilo  e proprietário da Alfaiataria Persona, a gravata e os costumes e calças têm ficado mais finos. "Atualmente, uma gravata tem aproximadamente de 7 a 7,5 centímetros de largura na ponta, menos listras e mais desenhos miúdos e xadrezes."

TECIDOS

"O tecido mais bacana é a seda", garante Aziz Neto. Segundo ele, a seda mais comum costuma ser produzida ao norte de Milão, na Itália, numa cidadezinha chamada Como. "As gravatas de seda pura são mais charmosas e trazem todo o glamour da gravataria. Não pense em outro tecido: o brilho, a textura e o caimento são perfeitos", diz Tomedi. Já a gravata de baixa qualidade, principalmente feita de poliéster, tem curta duração e pode formar bolinhas, fior repuxados e soltar pelos.

CUIDADOS

De acordo Tomedi, antes de escolher a gravata ideal para compor o figurino, é interessante prestar atenção na qualidade da peça e prezar pelo excelente acabamento e perfeito caimento. A cor também tem de estar de acordo com a ocasião. "Durante uma reunião de negócios ou em momentos em que o homem precisa ser notado, o tom deve ser marcante e contrastante com o look. Já no dia a dia, as cores medianas são ideais, podendo contrastar com a roupa de uma maneira mais sutil." Para jantares ou confrarias, as cores mais sóbrias são apropriadas (mesmo em contraponto ao traje). "O contraste sempre fica bacana, o importante é saber dosar os tons para cada situação. Neste caso, o “ton sur ton” pode ser usado, mas com o cuidado de não parecer pálido ou tímido." E, claro, evite as gravatas com desenhos infantis, frases, cores berrantes.



Alerta: evite sair de casa com frases, modelos muito coloridos ou desenhos infantis  (Reprodução)


 


Para o noivo, os especialistas
 indicam a gravata prata e lisa  



O MODELO IDEAL PARA CADA OCASIÃO
"A gravata tem o poder de apresentar o homem em cada momento, lembrando que a cor é o principal item. Hoje, o modelo normal alongado até o cinto pode ser usado em todas as situações: jantar, casamento, formatura ou eventos de moda", diz o coordenador de estilo da Dudalina. Confira as dicas dos profissionais:
CURTA A PÁGINA DO iG MODA NO FACEBOOK E SIGA O @iGMODA NO TWITTER
- No casamento: principalmente para o noivo e os padrinhos, fica elegante usar modelo prata liso ou maquinetado. Dependendo do caso, vale até investir numa gravata borboleta.
- Look fashion: pode-se ousar com uma gravata borboleta xadrez, bem na linha preppy (dos uniformes das escolas norte-americanas). A peça de crochê (de seda) está em alta em alguns países e, aos poucos, começando a ser aceita no Brasil. "É aconselhável procurar os modelos atuais, mais longos que os usados em décadas passadas", explica Tomedi.
- Traje a rigor: tudo o que se permite variar em moda perde o efeito e você precisa seguir exatamente o que a especificação do traje exige.

- Jantar de negócios:
procure usar algo mais sereno e conservador, nos tons marrom, grafite, musgo, bordô, marinho ou uva.

- Jantar romântico:
escolha algo nos tons médios e mais quentes (variantes de vermelho, verde e marrom) ou com mistura de cores que agradam as mulheres (rosa, lilás, azul bebê).

- Trabalho:
"Depende muito da profissão. Um advogado, por exemplo, deve remeter seriedade e use cores escuras. Se o profissional trabalhar na área da saúde, deve remeter confiança e usar cores quentes. Já um publicitário pode apostar em cores claras, que remetem a criatividade", sugere Aziz Neto.
PARA CADA CAMISA, UMA GRAVATA
Cada camisa merece um tipo de gravata, tanto na estamparia quanto no tamanho do colarinho ou modelo do terno. "É necessário tomar alguns cuidados, como evitar cores berrantes, xadrez exagerado, camisas curtas no punho, calças curtas nos tornozelos e roupas de tamanho menor ou maior do que o manequim real da pessoa. O exagero de acessórios ou cores desconectadas também estraga qualquer visual”, aconselha Fernanda S, consultora de moda da Remo Fenut. Há algumas regras que também ajudam nas combinações de camisas e gravatas:
- Camisa branca: é sempre uma peça-chave do guarda-roupa masculino. Elas caem muito bem com todos os tipos de gravatas e aceitam diferentes combinações.
- Camisa azul: com essa cor é possível seguir a regra da camisa branca, especialmente as mais claras. Boa para quer gosta de variar no dia a dia.
- Camisa listrada: é necessário ter mais cuidado na escolha da gravata, pois requerem atenção tanto com a largura das listras, quanto com as cores.
- Camisa com quadriculado pequeno: peças assim caem melhor com fundo neutro como branco e azul para ocasiões mais formais.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Tanto as gravatas tradicionais quanto as mais finas podem dispensar os prendedores, ainda que o acessório seja um clássico dos guarda-roupas masculinos. “Fique atento ao tamanho correto da gravata: ele deve ser até o começo da fivela do cinto. Para o nó, faça o que sabe melhor, considerando que o colarinho italiano precisa ser preenchido", alerta Fernanda. 

E falando em gravata estreitinha, olha ela ali mais uma vez! A peça é uma das estrelas da campanha da linha masculina da sueca H&M. O protagonista do comercial é o ator Joel Kinnaman (da série The Killing). Tons fechados, como o marinho e o verde musgo são fortes na coleção:


Fonte: http://moda.ig.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e volte sempre!

Informativo KMM

COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

BLOG: Informativo KMM

Minha foto

Com bela fotografia e conteúdos ecléticos, o BLOG Informativo KMM tornou-se um guia indispensável para o encontro dos profissionais e empresas do setor. Acompanhe e VISITE O BLOG! http://informativokmm.blogspot.com.br