26 agosto 2012

”Pequenas misses” (Discovery Home&Health)

Você daria quantos anos a essas garotinhas?

Coisas que dão medo… na TV! Treinos exaustivos, horas em pé, críticas, punições, horas de maquiagem, escovas, secadores, perucas, tratamentos estéticos, próteses dentárias… aulas de canto, aulas de dança, de postura, de passarela… Rotina de gente grande? Não. De criancinhas, acreditem. É preciso estômago forte e sangue frio para assistir Pequenas Misses. É revoltante e apavorante pensar na vida que essas meninas levam e no que estão aprendendo enquanto têm suas infâncias roubadas. As figuras mais assustadoras dessas séries são as mães. Acredito que todas, sem exceção, sofram de transtornos psiquiátricos. E, embora eu não tenha preconceito, nada me dá tanto medo quanto um doido sem diagnóstico. Ao ver as crianças na passarela, sinto-me antevendo uma lista de vítimas de um pedófilo ou serial killer qualquer. Cereja do bolo da perversão: há desfile com traje de banho nesses concursos (qual seria o propósito?). Ver o olhar embevecido e histérico, com ares de gozo erótico, das mães na platéia e dos próprios jurados me congela de pavor e enoja. E se você pensa que isso é exclusividade de gringo, saiba que também rola no Brasil.



Princesas do brilho e do glamour, essas crianças estão mais populares do que nunca. Este documentário mostra um mundo surreal onde pais gastam milhares de dólares para que seus filhos ou filhas se tornem competidores ferrenhos. Analisa o mundo dos concursos de miss sob todos os ângulos, entrevistando os que apóiam e os que se opõem a eles, procurando respostas para muitas perguntas.




Escolher uma profissão não é nada fácil! 
 
Na realidade na fase da escolha somos ainda muito jovens e imaturos muitas vezes. Mal saímos daquele mundinho de colégio e com 18, 19 anos já temos que escolher o que queremos ser pra vida inteira...
E ainda assim a vida, às vezes, vem e muda tudo, colocando o destino em nosso caminho e fazendo as certezas virarem dúvidas, ou serem substituídas por outras certezas. Quem nunca ouviu falar que a pessoa é formada numa profissão, mas se realizou mesmo em outra? Isso é muito mais comum do que pensamos.
Podemos nos descobrir na profissão "E" quando pensávamos lá atrás que éramos "V"! E é pelo fato da vida ser assim que fico abismada quando vejo pais e mães se realizando através de seus filhos. Na Discovery Home & Health existe um programa chamado "Pequenas Misses" e fica evidente que as pequenas muitas vezes não querem estar ali, apenas são intimadas a ali estarem, enquanto que suas mães... Parecem umas loucas berrando, gritando, chorando, implorando para que suas pequenas arrasem nas fotos e passarelas. Chega a ser uma cena dantesca!

CRIANÇAS TÊM QUE SER CRIANÇA!


Estimular as crianças à vaidade é ótimo, mas precisamos ter uma medida certa. O exagero pode criar traumas, alem de prejudicar a pele e o crescimento das crianças. imagem do Google
 
O que criança faz? Brinca, estuda, sonha, fantasia, estuda de novo, brinca.... A vida está passando cada vez mais rápida e elas serão muito mais tempo adultas do que crianças, então vamos deixá-las viverem de acordo com o seu tempo!
Essa semana assisti também na TV um pai levando o seu filho desde pequeno ao campo para ser jogador. E o que me chamou muita atenção na reportagem era o pronome pessoal e a conjugação do verbo que ele usou o tempo todo:
"- EU queria que meu filho fosse jogador de futebol! E hoje SOU realizado e o maior fã de meu filho, pois ele é jogador de futebol, e EU sempre o acompanho nas viagens que ele faz com o time."
Ei pai! Você se lembrou de, em algum momento, perguntar ao seu filho o que ele queria ser?
O garoto até parecia feliz e amar realmente o futebol, mas não foi um desejo natural, e sim imposto pelo pai.

Já essas meninas...
 

 
imagens do Google

 
imagem do Google


O excesso "Pequenas Misses" Mostra alguns exageros, quando o assunto é vaidade precoce. O programa é um reality show de meninas de 2 á 9 anos, que são literalmente menina-mulher. As mães cometem erros ao levarem a rigor esses concursos. As crianças, muito pequenas, são submetidas aos mais diversos tratamentos de beleza, a depilar pernas, fazer dentadura para obter o sorriso perfeito, bronzeamento artificial, unhas e cílios postiços, apliques no cabelo, salto, e ainda mais uma postura e caras e bocas na passarela. Literalmente uma tortura. Ao assistir o vídeo vocês terão um pouco mais da noção do que estou falando. imagem do Google


O que vejo neste programa que citei é que elas não são felizes!
E vocês o que acham desse comportamento egoísta desse tipo de pais?

 
FONTE 
http://www.monalisadepijamas.com.br/sofa-da-mona/coisas-que-dao-medo-na-tv
http://pollianavilar.blogspot.com.br/2012/03/pequenas-misses.html
http://www.monalisadepijamas.com.br
http://sherimendonca.blogspot.com.br/2011/08/pequenas-misses.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e volte sempre!

Informativo KMM

COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

BLOG: Informativo KMM

Minha foto

Com bela fotografia e conteúdos ecléticos, o BLOG Informativo KMM tornou-se um guia indispensável para o encontro dos profissionais e empresas do setor. Acompanhe e VISITE O BLOG! http://informativokmm.blogspot.com.br