01 março 2013

SAÚDE: Joanete. Conheça Um Pouco Sobre Esse Mal, Que Afeta Milhares de Mulheres!



Vamos falar sobre "Joanete". Você sabe o que é? Caso não, vamos lhe explicar!
O joanete é uma deformidade gerada por uma mudança na angulação dos ossos
que atinge o dedão do pé. De acordo com o ortopedista o dedão fica torto e é
desviado em direção ao segundo dedo e as laterais dos pés ganham a carga
destinada ao dedão.
O problema aparece normalmente na fase adulta, entre os 20 e 30 anos. Mas
também pode surgir precocemente, durante a adolescência, em casos mais raros.

O salto alto pode causar joanete?
Se você é apaixonada por salto alto e não se incomoda em usar um sapato de bico
fino no dia a dia, é hora dar mais atenção para os seus pés. Não há como negar que
esse tipo de calçado, deixa as mulheres mais elegantes, mas até que ponto vale a
pena lidar com alguns calos e desconfortos para sair do salto?

Quais os motivos que causam o joanete?
Há dois principais motivos que podem causar o joanete: predisposição e uso de
calçados inadequados. .

É verdade que o problema é mais comum entre as mulheres? Por quê?
Sim, 90% dos casos de joanetes são em mulheres e apenas 10% atingem os
homens. “Com salto alto, a tendência do pé é escorregar pra frente. Com o bico
fino, a tendência é empurrar o dedão em direção ao segundo dedo. E isso só piora!

Quais os problemas provocados pelo joanete?
O joanete pode causar uma série de problemas, entre eles dores, calosidade,
bursite e tendinite. “No primeiro momento, a dor é mais por causa do atrito,
conforme o tempo for passando e o joanete for progredindo, pode levar um
desequilíbrio de toda a região posterior do pé. Quando acontece isso, o dedão fica
insuficiente para lidar com o peso do corpo e começa a jogar mais peso para o
segundo e terceiro dedo”.

Qual a diferença entre joanete e calo?
O calo, muitas vezes, é uma consequência do joanete. “O calo é uma reação que
a pele faz, é um tipo de proteção, pelo atrito de alguma saliência do pé. Já o joanete,
é uma alteração na modalidade do osso que afeta a estrutura do pé”, explica o
ortopedista especialista em pé e tornozelo.

É possível evitar?
De acordo com os especialistas, a única maneira de evitar os joanetes é usar
sapatos confortáveis, modelos que tenham a parte da frente larga e o solado mais
rígido. “Com o tempo, a mulher vai percebendo os calçados que dão mais dores
e são piores para o pé dela. E normalmente, os piores são os que a indústria da
moda mais fabrica. O ideal é que, mesmo que exista alguma ocasião em que ela
necessite usar um calçado desse – e isso sempre vai existir -, a dica é fazer um
uso racional de saltos. Eventualmente pode ser usado, mas o problema é usa-los no
dia a dia”, Afirmam os especialistas.

Existe algum tratamento?
Infelizmente, o joanete é um problema progressivo que não tem tratamento.
“Afastadores e protetores de silicone só ajudam a aliviar a dor e diminuir o atrito,
mas não resolvem o problema. O paciente pode tratar os sintomas com anti-
inflamatórios e gelo, mas só é possível corrigir a deformidade com a cirurgia”,
explica André. Por isso, o ideal é tentar evitar que o problema apareça. 

Caso de Joanete
E aí ? vamos cuidar mais dos nossos pés? Eles merecem e vão agradecer muito por isso.


Fonte http://www.vidademodelobrasil.com
Por: Anne Coifman (Redatora de Saúde e Carreira)
Coordenação e Correção: Fellype Henry (Diretor de Redação) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e volte sempre!

Informativo KMM

COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

BLOG: Informativo KMM

Minha foto

Com bela fotografia e conteúdos ecléticos, o BLOG Informativo KMM tornou-se um guia indispensável para o encontro dos profissionais e empresas do setor. Acompanhe e VISITE O BLOG! http://informativokmm.blogspot.com.br